Skip to main content

O Magento é só o começo…

O Magento abriu muitas portas e janelas de oportunidades na internet para quem deseja começar ou evoluir no mercado de vendas online.

Mas o que tenho visto, é um desprepado generalizado. Muita gente acreditando que basta ter um sistema “matador” para entrar no mercado e fazer sucesso. Caros amigos, comércio eletrônico é muito mais do que ter um site, o Magento é só o começo, a ponta do iceberg.

Tem muita gente que vai aos trancos e barrancos, resolvendo os problemas a medida que vão surgindo. O que pode levar ao desânimo e a desistência. Pois sem preparo, as pessoas não sabem que problemas irão enfrentar, e podem não saber como reagir a eles, ou reagir da pior forma possível.

Então vamos a uma visão geral sobre como vender pela internet.

De início você deve imaginar o comércio eletrônico como uma loja física, sujeita as mesmas leis e dificuldades, vai ser preciso planejamento e investimento, capacitação e contar com uma boa equipe. Você deve levar tudo a sério se quiser que as pessoas o levem a sério. O comércio eletrônico será seu ponto de venda, e o Magento a estrutura de sua loja virtual.

– Você deve abrir empresa, ter um CNPJ para emitir nota fiscal.

– Precisa ter bons fornecedores, criar parcerias.

– Analisar e classificar a concorrência.

– Traçar metas e objetivos.

– Investir em marketing e publicidade (online e offline).

– Trabalhar sua imagem nas redes sociais.

– Oferecer um ambiente seguro para seus usuários, como faria no mundo físico com a instalação de câmeras e/ou seguranças.

– Sistemas anti-fraude.

– Disponibilizar diversas formas de pagamento e facilidades, será preciso contratar as administradoras de cartão.

– Sites bem desenhados, fáceis de navegar, com usabilidade.

– Guardar, organizar e gerir o estoque físico, sempre cuidando para não perder ou estragar a mercadoria.

– Criar políticas de troca e devolução.

– Treinar uma equipe de atendimento pré e pós venda.

– Ter um pessoal para separar, conferir, e embalar os produtos.

– Contratar os correios ou outra forma de entrega rápida e segura.

– Fazer o acompanhamento dos pedidos.

– Analisar, identificar, e tomar providências para resolver problemas de comunicação interna e/ou externa (com clientes).

– Manter o site atualizado com informações, novos produtos, novas promoções.

– Manter seus clientes atualizados por email.

– Cuidar de toda ortografia e imagens usadas na comunicação com o público.

– Trabalhar continuamente com SEO e SEM.

– Criar um diferencial de mercado.

– Utilizar sempre boas estruturas de TI, como bons servidores de hospedagem.

Enfim, isso em resumo. Há muitas peculiaridades envolvidas em cada processo mencionado acima. Como o exemplo da embalagem de seus produtos, você precisa se preocupar e negociar a compra das caixas, das fitas adesivas, do papel bolha, os adesivos (ou cola) para colar endereço, a impressora que não pode ficar sem tinta, etc, etc, etc.

Depois que tiver tudo isso em mãos, basta instalar o Magento, cadastrar os produtos, divulgar o link para seus contatos e começar a vender e a ficar rico. Ou quase isso. ;)

Sucesso!

Oportunidades com Magento

Desnecessário falar que você pode ganhar dinheiro com Magento vendendo produtos e/ou serviços. Mas não é só assim que se ganha dinheiro usando Magento.

O comércio eletrônico está em constante crescimento, e o Magento cada vez mais líder de mercado em sua categoria. Então as oportunidades para quem domina essa ferramenta vão aumentando a cada dia. Vejamos que tipos de oportunidades são essas, para que você possa se preparar adequadamente.

Uma das mais procuradas pelo mercado parece ser a posição de webdesigner, que tem por tarefa construir leiautes únicos e diferenciados. Ao que o Magento chama de templates e temas.

WebDesigner: Precisa conhecer muito de HTML e CSS (padrão Tableless), mas é conhecer de verdade, não apenas saber que existe ou diser que sabe usar só porque já usou uma vez. Conhecimento em XML também é fundamental, quanto mais conhecer de XML melhor, senão pode apanhar um pouco para montar os blocos na tela.

Outra função que cresce na mesma proporção é a do desenvolvedor php. O programador que é capaz de criar e alterar rotinas do código, transformando ou potencializando funções do sistema. No Magento nos referimos a criação de módulos (plugins/extensões).

Desenvolvedor: Precisa conhecer PHP, aliás conhecer não, ter experiência, pois o código é imenso. Vai economizar horas de trabalho se souber trabalhar com o framework Zend e entender de MVC. Design Pattern’s (Padrões de Projetos) seria um diferencial importante para navegar com tranquilidade entre os arquivos do sistema.

Tem uma outra função que nem encontro comentários aqui no Brasil ainda. Mas podem se preparar, pois em determinado nível de crescimento será preciso contar com um analista de infra-estrutura. Vou me referir apenas como analista, mas entenda que é quem prepara todo o terreno virtual para suportar a demanda do sistema.

Analista: Precisa entender de teoria e prática. Precisa ser um DBA, ou seja, um administrador de banco de dados, entender de SQL e estruturas de tabelas e relacionamentos. Também precisa entender de servidores web, principalmente Apache que é o mais utilizado pelo Magento. Configurações de diretórios virtuais, otimização de cache, fluxo de rede, etc.

Uma etapa muito importante no processo, é da correta instalação e configuração do sistema. Pois o Magento é totalmente americanizado, preparado para realidade deles. Então é preciso tomar alguns cuidados desde o momento da instalação, conexão com servidor, banco de dados, mecanismos de segurança, permissões. E ainda configurar corretamente o sistema para rodar em nosso idioma, com a nossa moeda, com meios de pagamento e entregas nacionais. Ou seja, um técnico especializado nisso.

Técnico: Assim como um técnico de futebol é importante para o bom desempenho do time e precisa conhecer todas as jogadas e possibilidades que tem em mãos, um técnico de instalação tem o mesmo peso e responsabilidade. Um pequeno erro aqui pode gerar grandes complicações no futuro. É preciso estudar bem o Magento e suas funcionalidades e opções. E mais, precisa entender as consequencias de cada escolha. Experiência de campo é fundamental.

E não menos importante, temos o pessoal que vai usar a ferramenta em sua totalidade (frontend/backend). Podem ocupar diversos níveis dentro da empresa. Desde o dono ou gerente que administra e acompanha as vendas, a equipe de marketing que prepara as promoções, banners, campanhas SEO, relacionamentos com clientes, web 2.0, newsletters, pessoal da logística, etc.

Gerentes e Operadores: Precisam conhecer as funcionalidades do sistema para tirarem bom proveito de todos os recursos disponíveis. Precisam conhecer bem o módulo que irão operar, e precisam entender de comércio eletrônico. Claro que nesse caso existem diversas especializações extra-magento que precisam ser adquiridas para cada posição.

O mercado já está procurando por pessoas assim, e você precisa escolher um caminho a seguir. Você também pode decidir ficar bom em todos eles e se tornar um Especialista. Vai depender mais da sua vontade e desempenho.

O lugar certo para aprender e se especializar você já encontrou. E a leitura deste artigo é um passo a frente da concorrência. Parabéns, e seja bem vindo a Escola Magento.

Sucesso!